NÔMADES DIGITAIS – COMO SE TORNAR UM?

Em pleno século XXI, onde a forma de comunicação tem avançado de forma assustadora, existem mudanças de paradigma. Sobretudo, referente às relações de trabalho, que enfrentam resistência de boa parte da sociedade.

Tem sido bem comum vermos, diante uma economia tão instável em países subdesenvolvidos, pessoas se dedicarem a uma atividade extra de cunho financeiro. Em paralelo a um emprego fixo em uma grande empresa, ou atrelado a um empreendimento próprio em sua região.

Entretanto, quando tratamos sobre uma nova modalidade de negócio que te permite trabalhar dentro de um horário flexível, seja de gravata ou de pijama, ou até mesmo durante uma viagem ao redor do mundo. Causa estranheza para alguns.

Porém, permita-me lhe apresentar essa modalidade que já é realidade para muitas pessoas que decidiram “arriscar” de forma inteligente e planejada: NOMADISMO DIGITAL.

Lista Vip

Cadastre-se na minha Lista VIP e receba conteúdos exclusivos. Clique Aqui!

O QUE É NOMADISMO DIGITAL?

Se buscarmos em seus conhecimentos escolares, lembrará (e caso não lembre, te dou uma forcinha rs) que a expressão “nômade” significa não ter local fixo de permanência.

Tratando-se de NOMADISMO DIGITAL, temos profissionais que desempenham suas tarefas com o auxílio da internet em seus laptops, smartphones ou tablets. De forma que, não seja empecilho de viajar e conhecer outras culturas ao redor do mundo. Estes são conhecidos como: nômades digitais.

Porém, é muito importante salientar que não existe sucesso profissional sem trabalho. Existem modalidades com diferentes pontos a serem discutidos e que devem ser avaliados de acordo com o perfil de trabalho almejado.

O NOMADISMO DIGITAL nasceu através de aspectos favoráveis que surgiram com os avanços tecnológicos e adequação da sociedade diante essa nova realidade.

Dentre as quais podemos destacar:

  • Comunicação interativa e instantânea através da evolução da internet;
  • Evolução em tecnologias portáteis que permitem realização de trabalhos em qualquer lugar do mundo (smartphone, laptops, tablets).
  • Aumento de serviços sob demanda sem vínculos empregatícios;
  • Altos custos (Qualidade de Vida) praticados em seu país de origem.
  • Surgimento de coworkings e cafés com espaços específicos para trabalhos e reuniões remotas;
O QUE É NECESSÁRIO?

Conhecimento:

Como foi ressaltado no parágrafo anterior, para alcançar sucesso é necessário que haja empenho nas atividades desenvolvidas, potencializado pelo conhecimento sobre o assunto que o profissional possui.

Destaco como exemplo os diversos ativos digitais que geram retorno financeiro. Onde quanto mais ativos se conhece e sabe trabalhar, maior será o retorno financeiro.

Portanto, percebe-se que temos vários caminhos para chegar ao objetivo de conciliação entre vida financeira e qualidade de vida. Porém é necessário conhecer cada passo de forma organizada e planejada para que o resultado seja exponencial.

(Cadastre-se na lista VIP para receber conteúdos exclusivos, clicando aqui.)

Planejamento:

Para aqueles que querem embarcar de vez nessa modalidade de NOMADISMO DIGITAL é necessário que se haja um planejamento muito bem elaborado.

Notem que essa jornada irá dar início em países que, na prática, não se conhece a cultura. Portanto, é importante dar a devida atenção à elaboração de um roteiro de negócios, onde necessariamente precisa conter os seguintes itens:

  • Passaporte;
  • Dinheiro;
  • Tempo de permanência naquela região;
  • Hospedagem;
  • Alimentação.

Tempo:

Um grande aliado que indicará como anda os seus negócios é o tempo.

Por isso, tive a preocupação de citar no inicio que se trata de um trabalho como outro qualquer, sendo que com suas devidas peculiaridades.

Sendo assim, sempre antes do tempo da colheita, existe o tempo de plantação e entre esses dois processos, encontraremos um espaço de tempo onde a espera precisa ser usada com muita sabedoria.

A primeira dica é sempre continuar produzindo, mesmo que ainda não seja aparente o resultado.

Desta forma, cada ativo criado ficará ali de forma permanente gerando resultados.

Uma segunda dica (e vou parar por aqui diante de tanta informação) é ter convicção do que se está realizando e vislumbrar aonde se chegará com esse esforço.

QUAIS AS VANTAGENS E DESVANTAGENS?

A tomada de decisão precisa levar em conta quais serão os benefícios que de fato irão intervir positivamente nossa vida. E se essas vantagens sobrepõem as desvantagens que serão impostas.

Resumindo, em outras palavras, precisa existir uma análise crítica e realista da situação, pensando de forma racional se de fato essas condições serão relevantes.

Sem mais delongas, citaremos os prós e contras se orientando através dos relatos citados em “Casal Partiu”:

– Prós:
  • Enriquecimento cultural: Com as constantes viagens feitas, o contato com diversos costumes regionais lhe propõem experiências únicas de forma a contribuir para uma visão diferenciada do mundo.
  • Flexibilidade: horários de trabalho flexível no decorrer do dia, ou da semana.
  • Oportunidade de conhecer vários países enquanto desenvolve seu trabalho digital.
  • Aprendizado: Estar em constante mudança de localidade lhe colocará em situações diferentes a todo instante. Fazendo com que ao sair da zona de conforto, tenham novas experiências a todo instante.
– Contras:
  • Normalmente as são acostumados a viver em um meio onde as relações e interações familiares são bem presentes, sem contar a vivencia com diversos amigos.
    Para os nômades digitais, isso acaba deixando de ser vivenciadas devidas suas viagens gerando ansiedade, angústia e saudade.
  • Toda a logística para que essa “peregrinação” tenha sucesso depende exclusivamente de você. Logo ser organizado não é uma opção e sim uma condição. Sua hospedagem, alimentação, transporte.
    Tudo deve ser meramente calculado e organizado para que não haja nenhum desprazer em terras desconhecidas.
  • O NOMADISMO DIGITAL ainda é bem desconhecido, e como mencionei no inicio desta conversa, de certa forma, ainda é tratado como algo secundário para a vida profissional.
    Logo, essa escolha pode trazer desconforto perante as pessoas próximas que não compreendem o seu trabalho, podendo até gerar preconceitos.
    Para aqueles com personalidades firme, isso não será um problema, porém indiscutivelmente se torna algo desconfortável.

Então, sente-se interessando em entrar para a turma dos nômades digitais? É fundamental estar preparado e informado informado de cada detalhe e desafio que irá encontrar ao longo do caminho.

Por isso, quem tiver interesse em conhecer mais sobre nomadismo digital, indico o casal brasileiro “Casal Partiu“.

Eles são nômades há alguns anos e escreveram um livro compartilhando suas  experiências.Se quiser conhecer o livro deles, é só clicar aqui.

Além disso, segue um vídeo do próprio Vinícius explicando a história deles.

 

https://youtu.be/jzkEvwoRJAg

 

Shailon Galdino

 
Shailon Galdino
Atuante no setor público como concursado. Secretário em Unidade de Saúde. Músico e criador do Projeto Canção & Reflexão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
E-BOOK GRÁTIS: 5 Passos Para Criar Seu Negócio Online Sem Ficar PerdidoBaixe Aqui